Busca

Cinema em Palavras

Tag

80s

Freaks and Geeks

Freaks and Geeks é uma série americana que foi televisionada em 1999 e conta a história de dois distintos grupos de amigos (os freaks e os geeks) nos anos 80. A série infelizmente foi cancelada pela baixa audiência e nem as ótimas críticas conseguiram forçar o canal americano a produzir uma segunda temporada.

Lindsay e Sam são irmãos e os protagonistas da série e, por isso, a série tem dois focos: o que acompanha Lindsay, uma matleta do último ano que acaba se tornando amiga dos freaks do colégio após alguns acontecimentos, e o que acompanha Sam, um geek que está no primeiro ano do ensino médio.

Os 18 episódios da temporada passam voando, pois é fácil se apegar e se identificar com os personagens. Sam e Lindsay são os protagonistas, mas a vida de cada um é bem explorada e bem contada. Os dramas, mesmo representando os anos 80 e sendo televisionado nos anos 90, são mais atuais que nunca. Ouso dizer que é a série adolescente mais “pé no chão” de todas quando comparada a um universo como Gossip Girl, Pretty Little Liars, entre outros.

Não conseguiria dizer mais coisas sobre a série sem soltar spoilers e afirmo aqui que ver essa série foi a melhor coisa que eu fiz para mim mesma em 2016. Altamente recomendado para quem ama o tema adolescente dos anos oitenta e quer ver uma dramédia muito bem roteirizada.

Ps. A trilha sonora da série é ótima e, com certeza, um dos vários pontos altos da série.

 

Anúncios

Clube dos Cinco

O Clube dos Cinco é um filme teen dos anos 80 que conta a história de cinco adolescentes (Um nerd, um atleta, um valentão, uma patricinha e uma garota “esquisita”) que são mandados para a detenção em um sábado e acabam descobrindo que, apesar de todas as suas diferenças e seus estereótipos isolados, eles têm muitas coisas em comum.

O que promete ser um filme sem clichês acaba tendo clichês em seu final, mas isso não diminui o valor do filme. Seu roteiro é cheio de diálogos profundos que, em seguida, são interrompidos por algum tipo de diálogo com tom mais leve e engraçado. Desta forma, o filme não tende para um drama pesado e nem para uma comédia besteirol.

Uma curiosidade é que o roteiro desse filme foi escrito em apenas dois dias e que a cena mais marcante foi um improviso entre os atores (A cena no chão da biblioteca).

Um contraste com o tipo de filmes adolescentes que temos hoje em dia que, em sua maioria, são adaptações de livros de sucesso. Um roteiro simples, inspirado e divertido foi o suficiente para fazer com que todos que assistam esse filme se apaixonem, fiquem com “Don’t You Forget About Me” na ponta língua e se perguntem o que aconteceu na segunda-feira.

Nota de 0 a 1o: 9,5

Blog no WordPress.com.

Acima ↑